Bref…

Enquanto não encontro a inspiração que queria para escrever, passo para registrar o meu fim de semana dedicado ao cinema francês! 😀

Lá vai.

Sábado, comecei suave, como uma vez a cada poucos meses sai um filme com o Gérard Depardieu e eu não tinha assistido nenhum ainda, lá fui eu. “Je n’ai rien oublié” (Eu nada esqueci – tradução à la Mayra…)

Filme light, mas emotivo. Prepare o kleenex. E talvez seja bom pra aproveitar pra refletir um pouco. Hé.

Domingo choveu e eu aproveitei pra me enfiar debaixo das cobertas e me acabar na sessão neo-nouvelle vague (se é que isso existe) estrelando Louis Garrel. A coisa foi rápida porque a pirataria foi lenta.

Comecei com o “Le trois Marriage”

Hm… eu não recomendo FORTEMENTE, mas pode ser interessante. Ele tem um quê de teatro na essência eu achei. A história se passa inteira em um só dia (assim como em “Dans Paris”) e o cenário e o mesmo o filme todo.

E terminei com “Dans Paris”.

Atenção aos pobres corações. “Dans Paris” é ainda pior. Sim, os dois gracinhas do cinema francês juntos (Louis e Romain Duris). Dirigido por Christophe Honoré, o mesmo de “Chansons d’amour”, que também tem Louis Garrel no elenco – e fez metade da sala do Cine Bombril desistir na metade…

That’s it folks… Volto com a inspiração devida em breve.

Advertisements