Pas du tout

Presse et pain

Ontem eu corri na chuva às 21h e o sol ainda iluminava as ruas da cidade. Nem um carro passava, somente alguns caminhões, algumas pessoas…

Hoje eu acordei e decidi fazer uma manhã bem francesa. Fui caminhar com uma baguete na mão e o Le Figaró na outra. Um senhor da vila, que eu infelizmente não me recordo o nome, me disse bom dia com o cachorro, seu único companheiro.

O trânsito… calmo, sem buzinas ou congestionamento… Ah, e se eu me acostumo?

A Rihanna francesa. Shy’m!

Advertisements