Un-Happy-less

Um dia perguntaram pra mim por que eu era feliz o tempo todo. “Nada pode ser tão ruim hoje para apagar meu sorriso”, respondi.

Um dia ouvi pelos corredores que alguns não aprovavam minha risada, não queriam responder o meu ‘bom dia’ bem humorado ou corresponder ao sorriso ‘amarelo’, falsamente simpático.

Um dia eu ainda vou perguntar por que essas pessoas são infelizes o tempo todo. O que há de tão ruim hoje para apagar seu sorriso?

Ao menos, gostaria de saber se a felicidade desses é, então, partilhar a nuvem preta em cima de suas cabeças e fazer chover diariamente na vida dos que as cercam.

Pois então, que encontrem beleza na chuva. Que apreciem aquela gota que insiste em molhar seus óculos de grau e atrapalham sua visão.

Que no meio de um dia atordoado, consigam sentir o cheiro de bolo assando na padaria em frente ao trabalho e imaginar coisas boas.

Que reconheçam na sinceridade do sorriso da criança no ônibus lotado a simplicidade da felicidade.

É mais fácil ser feliz. Talvez seja essa a resposta.

Advertisements